terça-feira, 10 de março de 2009

Quero.

"Quero começar uma caminhada e não querer parar na metade. Quero emagrecer a ponto de aos 35 anos estar usando uma calça 40. Tá bom, 42. Quero ser sempre disputada por minhas amigas. Ser mais determinada e paciente. Quero fazer aula de jardinagem. Conhecer um pouquinho de Chinês. Quero fazer tantos quantos forem possíveis cursos de filosofia. Fazer um curso básico de enfermagem. Quero conhecer a redação de um jornal e uma gráfica. Pintar um bom quadro. Escrever um livro sobre meu pai. Ou melhor, sobre nossa família. Quero sair de balada com meus sobrinhos quando forem mais velhos. Quero querer gostar do primeiro namorado de minha filha. Quero não repetir as refeições. Fazer um bom roteiro de um filme. Quero poder ir ao Rio de Janeiro sem medo. Quero ter uma casa ecologicamente correta. Organizar uma mega exposição das fotos de minha mãe. Quero fazer uma festa de casamento, pois a minha foi lamentável. Quero saber costurar, tricotar e bordar. Quero que algum dia alguém bem famoso me diga: “Sou seu fã”. Quero aprender a fazer massa fresca e molho com tomate e manjericão. Quero bater um super papo com algum inglês. Em inglês, of course. Quero ser religiosa, sem parecer brega. Quero aprender a criticar. Com estilo. Quero ficar casada 75 anos. Quero muito poder fazer uma festa, daqui há alguns anos, e reunir pessoas que passaram em minha vida. Amigos ou não. Quero dirigir uma cegonha (aquelas carretas que levam carros). Quero aprender física quântica e metafísica. Ou pelo menos saber ao que elas se referem. Quero envelhecer ao lado de meus irmãos e sempre entrar na piscina com eles. Quero, um dia, gostar de passar roupa. Compor uma música contagiante para minha filha musicar e cantar. Quero fazer um livro apenas com os desenhos de meu filho. Montar uma biblioteca comunitária. Quero conseguir escrever para o exigente público infantil. Quero fazer trabalhos voluntários sem que eles pareçam ser voluntários. Quero passar a tarde com minha avó e faxinar sua casa. Reunir minhas primas, todas, para contarmos, umas às outras, o que se passou nos últimos 15 anos. Quero sempre me arrumar pensando em meu marido. Quero fazer um bolo de chocolate e nem ligar para ele. Ou comer só um pedacinho. Quero enfim, entender mais a mim, para cada dia entender mais aos outros. E quero mais Ser do que Ter. Isso é o que mais quero."

Um comentário:

Jéssica disse...

Nossa, se precisar de alguém para fazer tudo isso, pode me chamar. Adorei esse texto...vc conseguiu expressar sentimentos e coisas que eu também quero muuuuuuuuuuito!!!
Beijo